O segundo dia do São Paulo Fashion Week – SPFW 2017, edição, n.43, aconteceu na última terça-feira, 14/03, e trouxe várias novidades e muita ousadia para a passarela.

 

O dia começou com a apresentação de Vitorino Campos, e seguiu com Sissa, Ellus, Lolitta, Gig Couture, Two Denim, PatBo e Lino Villaventura, entre outros eventos, como debates, apresentações culturais, coquetel, jantares e muito mais. Eu estive por lá e registrei os melhores momentos para você. Confira!

SPFW 2017

E como não poderia faltar, o cabelo e maquiagem que estreei no segundo dia do evento foi de autoria da equipe do Lab6, que também esteve presente – curta a página e saiba toda as novidades do salão neste link.

SPFW 2017

Os olhos esfumados em preto e tons terrosos dão o tom das estações mais frias do ano. E o penteado, quase uma obra de arte, levou uma trança espinha de peixe na parte posterior e superior da cabeça – um detalhe muito sofisticado.

SPFW 2017

Outra novidade do segundo dia, que pude experimentar, foi o Momento da Revista Glamour, um espaço de uma caixa onde você entra e cria a impressão de capa de revista, que fez muito sucesso entre os presentes.

SPFW 2017

Além de presenças especiais, pude encontrar pessoas queridas e maravilhosas circulando pelos eventos do SPFW – é o caso da lindíssima Thassia Naves.

SPFW 2017

Vitorino Campos – Grunge renovado e sofisticado no SPFW 2017

A mulher contemporânea e antenada foi a inspiração da nova coleção outono/inverno 2017, apresentada no SPFW. Looks tecnológicos, com cores vibrantes, práticos e fáceis de usar, com uma boa pegada comercial receberam destaque na passarela.

SPFW 2017

Ideais para mulheres livres e ousadas, que não têm tempo a perder, as peças fazem parte de um pout pourri moderno, fora do convencional, mas confortável para o dia a dia agitado das grandes cidades.

Peças de alfaiataria, com uma pegada meio grunge, mas bem sofisticado, devem ser tendência nas estações mais frias do ano, assim como o oversized e as cores vibrantes da década de 1980, que retornou com tudo neste ano. Lã, nylon, seda – um pouco de tudo marcou um desfile lindíssimo e muito despojado.

Sissa – Um quê de simplicidade

A marca, estreante no SPFW, leva a assinatura de Alessandra Affonso Ferreira, que traz uma coleção muito cheia de significados e muito intimista, com inspirações na África, no Nordeste e na simplicidade da mulher brasileira.

SPFW 2017

Peças orgânicas, com estampas florais e artísticas, o próprio ambiente desta apresentação era outro – e até cortinas feitas de biscoito marcaram a apresentação da marca. E falando em estampas, a grande variedade foi destaque desta coleção.

Ellus – 45 anos de muito estilo

A Ellus marcou seus 45 anos com uma grande variação de peças atemporais, que de tempos em tempos retornam à moda. A própria marca se inspirou, para este desfile, em tendências e peças que já havia lançado em outros tempos, agora, porém, reestilizadas, sem passar uma imagem datada.

SPFW 2017

Como a marca teve uma presença significativa nos anos 1990, trouxe muitas referências desta década, como coturnos, jaquetas (biker jackets), vestidos e blusas românticas, alfaiataria e jeans.

Lolitta – Estreia em grande estilo

Outra marca que estreou no SPFW foi a Lollita, que trouxe como inspiração a Commedia dell´arte, uma forma de teatro popular que surgiu no século 15 na Itália.

SPFW 2017

A coleção, com 22 looks exclusivos, passou longe de ser caricato, e se destacaram por serem peças românticas, despojadas e femininas.

Gig Couture – Inspiração em três décadas diferentes

Cores e brilho das décadas de 1970, 1980 e 1990, sem que as propostas briguem entre si: esta foi a proposta da Gig Couture, que também cruzou técnicas e materiais, ocasionando em looks bem artesanais e outros bem tecnológicos e modernos.

A coleção percorreu muitos estilos e tendências, das peças mais sofisticadas às mais street wear, o que deve agradar muito ao público brasileiro.

Two Denim – Jeans e sofisticação

A Two Denim, ou 2DNM, traz nesta coleção o jeans como um material nobre e sofisticado, mesmo sendo um tecido muito popular no Brasil e no mundo.

SPFW 2017

Uma variedade de sobreposições e o contraste com outros tecidos deu o destaque à apresentação.

PatBo – O jeito das ruas

Mais uma coleção super usável e street style: a PatBo traz um conceito despojado e esportivo, com peças mais soltas, provando que saiu um pouco da zona de conforto e foi atrás de novas tendências.


Além de peças em moletom, veludo, tecidos sintéticos e outros mais leves, pôde-se ver ainda acessórios descolados (como bonés e correntes), assim como bordados muito bem elaborados e estampas fora do convencional.

Lino Villaventura

Indo no fluxo do conceito esportivo-street-casual, que está em alta em todo o mundo, a coleção de Lino Villaventura remete à moda a praticidade, sem deixar de garantir a sofisticação – a ideia é tornar a alta moda possível, em peças bonitas e práticas, mas condizentes com a realidade do usuário.

SPFW 2017

O branco, o oversized e o xadrez são fortes tendências desta coleção, assim como a alfaiataria desconstruída e o brilho.

Imagens: Pinterest/Paty/FFW.

Veja também: SPFW 2017 – 1º DIA – CONFIRA TODAS AS TENDÊNCIAS PARA O OUTONO/INVERNO 2017

Gostou do artigo? O que achou do segundo dia do SPFW 2017? Deixe um comentário!

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here